Scroll to top
EspaçoVittal, muito mais que uma academia.

Azeite: quatro marcas reprovadas. Algumas nem azeite eram!


Academia EspaçoVittal - 1 de setembro de 2016 - 0 comments

Os benefícios do azeite extravirgem para a saúde e dieta são inúmeros. Por isso, ele virou figurinha carimbada no cardápio de quem segue um estilo de vida saudável. Mas, de acordo com a Proteste – Associação Brasileira de Defesa do Consumidor – antes temperar a sua salada, você deve tomar cuidado com os produtos que está comprando. Depois de analisar vinte marcas de azeite, oito foram reprovadas. Destas oito, quatro estavam adulteradas com outros óleos vegetais e quatro não eram realmente extravirgem.

Os produtos que não podem ser considerado azeites são Pramesa, Figueira da Foz, Tradição e Quinta d’Aldeia. Eles foram eliminados do teste após a análise em laboratório comprovar modificação na composição. Isso significa que foram adicionados ao azeite outros óleos vegetais, o que não é permitido por lei. Na prática, ao comprar esse produto você não está recebendo os benefícios que o verdadeiro extravirgem oferece.
Publicidade

Além disso, quatro marcas não podem ser classificadas como extravirgem. São elas: Qualitá, Beirão, Carrefour Discount, Filippo Berio. O melhor azeite, segundo a análise, é o da marca Cocinero. Ele foi escolhido pela instituição como O Melhor do Teste e A Escolha Certa. Autêntico azeite extravirgem, o produto apresentou excelente qualidade, além do melhor custo-benefício entre os avaliados.

Fonte: Revista Boa Forma

Post a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *